O poder do perdão!

Image Hosted by ImageShack.us ||Image Hosted by ImageShack.us ||Image Hosted by ImageShack.us
E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas. Marcos 11:25 

Desde pequenos, na oração que o próprio Pai nos ensinou, aprendemos que devemos perdoar para sermos perdoados.
Tenho um amigo, ou melhor um colega, que antes era muito meu amigo, porém, há muito tempo atrás me ofendeu e levantou mentiras a meu respeito; Não queria nem mais vê-lo, porém com o passar do tempo, acabei voltando a falar com ele, mesmo nunca ter me pedido perdão; E quando lembro do ocorrido me causa muito desconforto.
Apesar de falar com ele, não sei qual seria minha reação ao ouvir o pedido de perdão. Para ser sincero não é nada fácil perdoar, muito menos pedir perdão, e talvez por causa de estar envergonhado pelo o que fez meu colega não consegue pedir perdão...
Mas por quê existe essa dificuldade tão grande em pedir perdão? E como saber se o meu perdão é sincero? Para responder essas e outras perguntas convidei o Padre Anderson Marchiori para nos ajudar a compreender o perdão!





No que consiste o verdadeiro perdão?

Pe. Anderson Marchiori

O próprio Jesus nos fala que o verdadeiro perdão é o que brota do coração, aquele não que perdoar seu irmão de coração o pai não o perdoará.
Primeiramente o perdão é um processo, existe uma frase que diz: Não perdoe cedo de mais.  de cura interior, onde a pessoa não vai esquecer, porque perdão nem sempre é esquecimento, mas ao lembrar daquele fato não vai lhe causar a mesma dor; Por exemplo: é semelhante ao nosso corpo físico quando temos um ferimento que ainda está aberto dói e nos perturba, dia  e noite; Quando sara a cicatriz ainda fica ali, mas ao olharmos para ela não sentimos a mesma dor, mas nos lembramos que um dia fomos feridos, e que agora nosso corpo já sarou.

Por que encontramos certa dificuldade em perdoar?
O perdão é algo que nos parece ir contra a nossa natureza, porque nós queremos primeiramente amar e ser amado, quando nós não somos amados por alguém, gera em nós uma dor muito profunda, nossa auto-imagem fica “danificada” e não encontramos amor em nós mesmo, por isso o perdão nos machuca, ele vai e nos toca onde é mais fundamental  em nós que é o amor, e a auto-imagem de nós, por isso a dificuldade de perdoar, porque nossa auto-imagem fica destruída e leva um tempo para reconstruí-la

Conselho para quem está em necessidade de perdoar?
Primeira coisa para a pessoa que é cristã: olhar para a cruz. Na cruz encontramos a imagem Daquele que sofreu para poder nos perdoar, tanto que o perdão são uma das ultimas palavras, propriamente a penúltima palavra dita por Jesus na cruz, quando ele olha para seus algozes e diz: Pai perdoa lhes, pois não sabem o que fazem. É no último momento, antes da entrega, depois de consumar toda a sua obra, que o próprio Jesus vai oferecer o perdão; Então a primeira coisa olhe para Jesus, e lembre-se: eu estou aqui hoje porque Deus também me perdoou.
Segunda coisa é procurar olhar para si mesmo, depois de olhar Deus, olhe positivamente  para si mesmo : Eu sou uma pessoa especial, única da face da Terra, que tenho valores, por isso ao dar o perdão estou valorizando o melhor que tenho dentro de mim: que é não revidar com a mesma arma que fui prejudicado por alguém.
Terceira coisa saber que o perdão é um processo, não se perdoa como se acende ou se apaga uma lâmpada, mas existe toda uma caminhada que a pessoa precisa realizar, dentre elas, ter tempo, o tempo é o mestre do perdão, porque é o tempo que vai nos ajudar a superar aquela dor causada por aquela pessoa, enquanto doer dentro de mim eu não vou conseguir perdoar sinceramente. Existe uma frase que diz: Não perdoe cedo de mais.
Depois deste tempo é necessário dar um passo concreto, ir ao encontro da pessoa e o fato que o feriu, para poder se colocar de frente; Ninguém perdoa fugindo do problema, mas olhando para o problema e sabendo que somos superiores a ele. Depois nós vamos experimentar, cada qual vai encontrar o seu meio de perdoar e também se sentir perdoado por si e por Deus. 



                                    Obrigado Padre Anderson Marchiori.
Abraços pessoal.
Qualquer dúvidas pode deixar na página Contato ou pode deixar seu comentário.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário